Eleições Sindicato dos Trabalhadores de Transportes - Sindicato dos Plásticos de Jundiaí

Busca
Ir para o conteúdo

Menu principal:

NOTÍCIAS


NOTA DE ESCLARECIMENTO (Eleições Sindicato dos Trabalhadores de Transportes):

À população de Jundiaí, as autoridades municipais e, principalmente, aos trabalhadores dos transportes rodoviários de Jundiaí e Região

Há muitos anos o Sindicato dos Trabalhados dos Transportes de Jundiaí é controlado pelos empresários de ônibus da Região. Para se ter uma ideia, sempre é necessário fazer greve para garantir a data-base. Além disso, os trabalhadores são submetidos a uma jornada de trabalho excessiva e exaustiva e ganham apenas 50% de horas extras, enquanto que, outras categorias já têm 150% no valor das horas extraordinárias. Os motoristas precisaram se manifestar com greve para receber um PLR de R$500,00, que foi julgado pelo Tribunal do Trabalho. Os trabalhadores de outras categorias, diferentemente dessa situação, têm PLR de R$ 3 mil a R$ 4 mil. O trabalhador de Transportes fica de mãos atadas. Não pode reclamar no Sindicato sobre pagamento errado, que imediatamente a empresa fica sabendo e ele é demitido. Qualquer reclamação que é dirigida ao Sindicato do Transporte faz com que o trabalhador seja perseguido e demitido.

Diante de tanto desmando e injustiça, um grupo grande de motoristas resolveu formar uma chapa e disputar o Sindicato nas Eleições. Mais uma vez foram impedidos pela atual diretoria que não aceitou a inscrição da Chapa 2, e rapidamente combinou com os patrões para criar uma Chapa 3. Tudo para enganar os trabalhadores. A situação é tão descarada que ouvimos de um empresário de ônibus, a seguinte frase “A DIRETORIA DO SINDICATO DO TRANSPORTE É TÃO BOA PARA NÓS, QUE SE MEXER ESTRAGA.”

A atual Diretoria do Sindicato está fazendo de tudo para se manter no poder, e conta com a ajuda de empresários de ônibus, que demite por justa causa, pratica suspensão semanalmente, ameaça e persegue trabalhadores todos os dias. Tudo isso para manter a atual Diretoria. Na última semana, pasmem senhores, dois trabalhadores da Empresa Jundiaiense foram agredidos violentamente dentro do Sindicato por seguranças trazidos de São Paulo pelo Presidente da Entidade. Eles precisaram ser hospitalizados e estão se recuperando.

Mesmo a justiça determinando que a Chapa 2 estivesse escrita para concorrer as eleições, a Diretoria do Sindicato não aceitou, desrespeitou a Justiça e fez uma Eleição fajuta, por baixo dos panos, e os empresários mandaram toda a chefia votar, tentando deixar fora a Chapa 2. Mas os trabalhadores não são bobos, seguiram a orientação da oposição e não foram votar. Mais uma vez a Justiça falou mais alto e anulou as Eleições realizadas sorrateiramente em pleno carnaval. Na audiência do dia 03 de Março, ficou claro, a necessidade de convocação de novas Eleições.

Pela transparência, pela democracia, e por todos os trabalhadores do Transporte Rodoviário de Jundiaí e Região.

Mario Filgueiras e Givanilson José Ferreira (Pernambuco) – Líderes da Chapa 2





 
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal